O Adeus de um Mito:

Aos 34 anos, o Fenômeno Ronaldo disse adeus aos campos de futebol.

Um dos maiores jogadores de futebol de toda a história já não agüentava mais. Convivia com dores e mais dores constantemente, a ponto de sentir dificuldades para subir uma simples escada.

Creio que Ronaldo tomou a decisão correta, na hora errada. Aposentar-se ao fim de 2010, seria mais prudente, a meu ver, pois, não daria margem para comentários do tipo: "Se aposentou pela pressão", ou, "Se aposentou pela eliminação".

Claro que o jogador não iria prever o futuro a ponto de adivinhar os insucessos corinthiano no início de 2011, mas, sabemos que já em 2010, o Fenômeno não tinha mais condições de atuar a nível profissional. Isso era visível. Ronaldo continuou por questões meramente comerciais.

Nesta despedida, descobrimos que o artilheiro sofre de hipotiroidismo, e por esse motivo, sentia tantas dificuldades para perder peso.

Mas, enfim, é o final de uma das carreiras mais brilhantes da história.

Ronaldo

não foi (é) um jogador, mas sim, uma marca.

Podemos dividir o marketing do futebol brasileiro em duas eras: pré Ronaldo/Corinthians, e pós Ronaldo/Corinthians.

O que ele trouxe para o Alvinegro Paulista é algo impagável. Claro que o Corinthians também foi bom a ele em diversos aspectos, mas, ele conseguiu fazer muito pelo clube.

Com o Fenômeno, o clube praticamente triplicou sua imagem e suas cotas de patrocínio, conseguiu construir seu sonhado CT, definir a construção de seu estádio, enfim, o abalado Corinthians que havia acabado de subir da segundona, renasceu.

Que outro jogador consegue ser querido pelas torcidas de Barcelona e Real Madrid, e Milan e Inter?

Só ele.

O maior artilheiro de todas as Copas, 2 títulos mundiais no currículo, 3 prêmios de melhor do mundo FIFA, quase 500 gols marcados, um exemplo de superação e amor ao esporte, enfim, esse é o Fenômeno Ronaldo Nazário de Lima.

Um ídolo nacional e mundial.

Como corinthiano, foi um prazer inenarrável ver Ronaldo vestindo a camisa de meu time e dando a volta por cima mais uma vez.

Tive o prazer de assistir "in loco", 2 shows do Fenômeno: Corinthians 4 x 2 Fluminense (3 gols de Ronaldo), e Corinthians 2 x 0 Atlético PR (2 gols de Ronaldo).

Para os amantes do esporte, uma data triste, mas, o que ficará, são as boas lembranças do artilheiro, e não as más. Infelizmente ele parou sim por baixo, pois, além de gordo, ele vinha sendo inoperante em campo.

Como o próprio disse, "seu corpo já não respondia o que seu cérebro pedia".

E quando isso acontece, o melhor mesmo é pedir água.

Faço uma comparação inusitada: Michael Jackson, pouco antes de sua morte, estava se preparando para uma série de shows pelo mundo. Quem assistiu o documentário "This Is It", viu que ele estava longe de sua forma ideal, mas, que ainda sim, estava muito bem, ainda mais, tendo em vista os péssimos ídolos pop atuais.

Com Ronaldo a mesma coisa: mesmo longe de sua forma ideal, conseguiu desequilibrar (em 2009 principalmente), tendo em vista o bando de pernas de pau que estão nos gramados atuais.

Enfim, deixará saudades.

#valeuronaldo

#semprefenomeno

Roberto Carlos quer ir embora? Boa sorte!

Por Benjamim Back (http://blogs.lancenet.com.br/benja/)

É inadmissível o que alguns torcedores corinthianos fizeram após a eliminação do time na pré-Libertadores!

Agressões, vandalismo, clima de tensão. Isso além de serem atitudes criminosas, também não resolvem nada, muito pelo contrário, só atrapalham.

E esse tipo de situação acaba, de certa forma, até mesmo atrapalhando a contratação de outros jogadores que ficam com receio de atuar num clube que no caso de uma desclassificação a sua vida corre risco.

Ou seja, é óbvio que sou radicalmente contra esse tipo de comportamento.

Além do mais, isso também pode acelerar a saída de algum jogador do clube  que em certos casos se aproveita da situação para fazer as malas.

Roberto Carlos tem uma carreira vitoriosa, é campeão do mundo, passou por grandes equipes, é um atleta que se cuida, um cara forte e com um preparo fisíco invejável para um jogador de 37 anos, ou seja, é um nome de respeito.

No entanto, se ele realmente tem uma proposta do futebol americano, que vá e seja feliz, pois, apesar do seu currículo e experiência, Roberto Carlos teve uma passagem comum pelo Corinthians alternando uma ou outra boa atuação, mas, nada que o colocasse na história do clube, ou melhor, não passou nem perto disso.

Concordo que o respeito que ele impõe dentro de campo é importante,  porém, ficou só nisso.

Enfim, que o Roberto Carlos seja feliz.

No entanto, difícil mesmo será ver o Fábio Santos como lateral-esquerdo…

OBS: Roberto Carlos fechou um contrato de R$ 22 milhões com um clube russo chamado Anzhi Makhachkalala, válido por duas temporadas.

Vergonha!

Corinthians perdeu por 2 a 0 para o Tolima na Colômbia e caiu de forma histórica na Pré-Libertadores  Foto: EFE

Vexatório, vergonhoso, ridículo, enfim, algumas das palavras para definir o vexame corinthiano em Ibagué, Colômbia.

Falar do jogo em si em detalhes, é desnecessário.

Um time "morto", sem raça, sem gás, apático, sem comando, enfim, esse foi o Corinthians.

O 2 x 0 ficou barato pelo que o time Alvinegro apresentou.

Se o péssimo Tolima tivesse forçado um pouquinho mais, tinha goleado.

Enfim, foi ridículo.

O treinador Tite é outro bastante cobrado: sob seu comando, o Corinthians só venceu um jogo em 2011 e joga cada vez pior. Blindado por sua passagem em 2004, o gaúcho corre risco sério de demissão a qualquer momento  Foto: AP

Claro que são os caras que entram em campo e jogam, porém, a culpa maior da eliminação foi sim do técnico do Tite juntamente com a diretoria. O gáucho foi muito infeliz em ambos os jogos. Tirar o meia Bruno Cesar para colocar um volante sendo que você necessitava do gol, é inadmissível.

Tudo bem, Bruno vem mal, mas quem vem bem???

E o Roberto Carlos, hein? Deu uma pipocada gigante, entretanto, pós jogo, disse que não jogou por opção de Tite. Tem coisa ai.

Tite é um técnico covarde. Isso ficou provado desde o fim do Brasileirão 2010.

Esperar uma grande mudança tática do técnico ao longo de uma partida, como trocar um defensor por um atacante, é utópia. EmpaTITE é especialista em montar times pragmáticos, que não perdem, mas que tãopouco ganham (7 empates, 6 vitórias, e 1 derrota como técnico do Corinthians).

 

Claro, também temos que salientar a incompetência da preponte diretoria corinhtiana. Prometeram Luisão do Benfica, Luís Fabiano, Alex, Cristian, todavia, a realidade foi Fabio Santos, Ramirez, Moradei etc.

Lamentável.

Agora, vamos ver se o prepotente e arrogante Andrés Sanchez vai continuar se gabando e alfinetando Deus e o mundo. A grande realidade, é que a diretoria se deslumbrou. Um bom trabalho realmente vem sendo feito e o clube vem sim ganhando muito dinheiro, mas, isso subiu a cabeça dos cartolas.

Simplesmente, o futebol ficou em segundo plano.

Em 2010, já era gritante a falta de elenco, porém, para 2011, além de perder um dos principais jogadores (Elias), a tal da reposição não aconteceu.

Santos e Fluminense que eram muito bons em 2010, por exemplo, se reforçaram mais ainda para 2011, e o Corinthians que era apenas bom em 2010, se esqueceu de contratar.

Enfim, o ano já está sim terminado, o clube entrará numa crise monstruosa nos próximos meses, o prejuízo futebolístico e financeiro será grande, mas, bola pra frente.

Quem sabe ano quem, a nova diretoria não se planeje melhor...

E uma última coisa: Ronaldo está sim muito gordo e fora de forma, agora, culpa-lo ou coloca-lo como "bode espiatório" é ridículo. Ele é o único atacante goleador que o elenco possui. Colocar quem no lugar dele?

Não há opções, ou seja, mais uma pra conta da diretoria.


Ronaldinho faz sua estreia com a camisa do Flamengo em partida contra o Nova Iguaçu  Foto: Alexandre Loureiro/Vipcomm/Divulgação

Não assisti o jogo do Flamengo, e consequentemente, a estréia de Ronaldinho, mas, pelo que pude ver, o Gaúcho foi bem.

Se movimentou bastante, distribuiu bons passes e lançamentos, arrematou quando teve oportunidades, enfim.

Pelo menos dentro de campo, a parceria tem tudo para dar certo, pois, como já disse em posts anteriores, bola Ronaldo ainda tem, só basta querer jogar e manter-se em forma. O mais importante, contudo, é que Gaúcho parece muito feliz no Fla, e isso é bom.

Que o gênio da bola volte a brilhar!

Uma aposta:

E o São Paulo anunciou o veterano Rivaldo como reforço neste último final de semana.

Um contrato curto de apenas um 1 ano, será assinado entre ambas as partes, afinal, o craque do Penta, já tem 38 anos, e é sim uma aposta.

A meu ver, o Tricolor do Morumbi fez uma boa aquisição.

Rivaldo ainda está bem fisicamente e é um profissional sério, além do mais, um nome de força e experiência, só chega para agregar o jovem grupo de Paulo Cesar Carpegianni.

Claro que não dá pra esperar o Rivaldo do Barcelona ou da Copa de 2002, pois o tempo passa para todos, mas, dentro das limitações do futebol brasileiro e sul-americano, o jogador ainda pode fazer um bom papel.

E, veremos também, se Luiz Felipe Scolari fez bem em fechar as portas do Palmeiras para o veterano, afinal, o próprio jogador, disse que queria atuar no Alviverde, mas que foi vetado por Felipão.

Enfim, reitero que a experiência do Penta campeão para com os mais jovens, será, de certa forma, até mais decisiva que sua qualidade técnica, tendo em vista, que o time do Morumbi só possui o capitão R. Ceni como figura de comando e experiência.

E como diria Rubens Minelli: "Foi uma grande contratação, agora veremos se será um grande reforço".

Ronaldinho Gaúcho é do Flamengo - dará certo?

Flamengo: Ronaldinho e Thiago Neves vão treinar em Londrina

E depois de muita palhaçada (dos clubes), Ronaldinho Gaúcho é do Flamengo.

Futebolísticamente falando, contratação apenas boa, agora, comercialmente falando, grande aquisição.

A torcida flamenguista lotou a Gávea para recepcionar seu novo camisa 10. Alias, recepção muito mal organizada, diga-se de passagem. Um portão caiu, o responsável pela festa (Gaúcho) passou despercebido em meio de dezenas de "papagaios de piratas" que também estavam no palco, enfim.

Se o Flamengo quiser usar a marca Ronaldinho para fortalecer mais ainda a sua marca, terá de mudar muito sua mentalidade, hoje, semi amadora. Os profissionais do marketing precisam planejar e colocar em prática ações firmes e concretas. A recepção a Gaúcho já deixou uma péssima impressão sobre o departamento de marketing flamenguista.

Outro ponto, é que a diretoria Rubro-Negra não pode deixar o Dentuço virar um "novo Adriano", ou seja, deixar ele ditar as regras no clube, como o antecessor.  "Estrelas" devem receber um tratamento diferenciado até certo ponto, pois senão, estraga.

Enfim, Ronaldinho ainda é craque, e se estiver focado e em forma, arrebentará dentro de campo.

Agora, o mais lamentável, foi ver clubes do porte de Flamengo, Grêmio e Palmeiras, lutando pelo jogador como se fosse o último prato de comida da terra. Me desculpe, mas, hoje, o jogador não merece esse tratamento. O correto, seria ver Ronaldinho correndo atrás dos clubes, e não o contrário. Mas, estamos falando do mundo do futebol, então...

 

Os melhores do mundo:

messi barcelona melhor do mundo bola de ouro

E Lionel Andrés Messi continua sendo o melhor jogador do mundo pela FIFA.

Continua, pois já havia sido o melhor jogador do Mundo também no ano de 2009, ou seja, conquistou o "bi-campeonato" consecutivo do prêmio (se igualando a Ronaldo em 1996/1997 e Ronaldinho 2004/2005).

E tudo isso, com apenas 23 anos de idade.

Se manter essa regularidade sem lesões nos próximos anos, o argentino passará Ronaldo e Zidane (3 títulos cada) facilmente nesse prêmio da FIFA, afinal, o baixinho ainda tem facilmente uns 11, 12 anos de bola pela frente.

A meu ver, título mais do que merecido. Iniesta e Xavi, principalmente, jogaram muito no ano de 2010, e foram peças chaves na conquista espanhola da Copa do Mundo, porém, Messi destoou novamente.

O hermano teve atuação apagada na África do Sul, e não evitou a eliminação Catalã nas semi da Liga dos Campeões, porém, individualmente falando, Lionel foi um monstro.

Em 54 jogos pelo Barcelona, obteve a surpreendente marca de 58 gols, e, em 10 jogos pela seleção argentina, mais 2 gols (60 gols em 64 jogos).

Enfim, não há o que questionar. Ele é o melhor mundo!

Marta:

No futebol feminino, outro ser genial e unânime: Marta Vieira da Silva.

De 2006 pra cá, só deu ela. Penta campeã do prêmio.

Somos o único país que tem uma atleta como essa, contudo, o futebol feminino segue tratado com descaso máximo por aqui. Na hora de investir e apoiar, todos fogem, mas, na hora de cobrar uma medalha olímpica, todos caem em cima das meninas. Uma prata, um bronze, para elas, vale como um ouro, até porque, elas chegam aonde chegam, absolutamente sozinhas...

A FIFA elegeu também o melhor técnico do mundo em 2010.

Os candidatos ao prêmio eram: Vicente Del Bosque (seleção da Espanha), Josep Guardiola (Barcelona), e José Mourinho (Real Madrid).

E o prêmio ficou nas mãos do Special One, o português Mourinho que fez da Internazionale de Milão o time de 2010.

Um verdadeiro time dos sonhos

Seleção ideal - FIFA 2010: goleiro - Casillas; zagueiros - Lúcio (Inter) e Puyol (Barcelona); laterais - Maicon (Inter) e Piqué (Barcelona); meias - Xavi (Barcelona), Iniesta (Barcelona), e Sneijder (Inter); atacantes - Cristiano Ronaldo (Real Madrid), David Villa (Barcelona), e Lionel Messi (Barcelona).

Perspectivas para 2011:

No primeiro post de 2011, quero deixar algumas perspectivas futebolísticas para o novo ano.

Paulistão: com Corinthians e Santos focados na Libertadores, e com o São Paulo fora dela, acredito que o Tricolor Paulista é um dos favoritos a conquista do estadual.

O Palmeiras está na mesma condição que o time do Morumbi, no entanto, até agora não vejo boas perspectivas para o time de Felipão. Com salários constantemente atrasados, e sem a confirmação de nenhum reforço até o presente momento, é impossível apontar o Alviverde favorito a algo em 2011.

Copa do Brasil: bons times disputarão a Copa do Brasil, assim sendo, acredito numa competição de certa forma bem equilibrada, contudo, aponto Botafogo e São Paulo como os favoritos pelo título. O Bota de Joel Santana, cresceu muito em 2010, e por muito pouco, não foi à Copa Libertadores.

Já o São Paulo de Carpegianni, vive um processo de transição, reformulação, no entanto, a base da equipe é boa. A contratação do lateral Juan, a meu ver, foi acertada, pois há tempos, o time carece de um lateral de ofício e qualidade. Dizem também, que o atacante Diogo, que dificilmente ficará no Flamengo, também pode chegar para preencher a vaga de Ricardo Oliveira. Apesar de ido mal no Rubro-Negro, Diogo é um grande atacante, e se o Tricolor conseguir traze-lo, será uma boa aquisição.

Ainda pela Copa do Brasil, não descarto o bom Atlético/MG de Dorival Junior.

Libertadores da América: a meu ver, os 6 brasileiros (Fluminense, Santos, Internacional, Cruzeiro, Corinthians e Grêmio) entram fortes na competição, porém, destaco Santos e Fluminense. O Peixe, basicamente, manteve a base de 2010, e já confirmou Elano. Mais reforços chegarão (especula-se nomes como o de Luís Fabiano, Zé Roberto etc).

O Tricolor de Muricy, também manteve/manterá a vitoriosa base de 2010, e já confirmou Diego Cavalieri no gol. Um baita goleiro, que chegará para reforçar a posição mais carente da equipe na temporada passada. Nas Laranjeiras, novos reforços também chegarão.

Do exterior, destaco a sempre perigosa LDU de Quito, e o tetra-campeão Estudiantes De La Plata.

Liga dos Campeões da Europa: a fase decisiva da maior competição de clubes do mundo começa já em fevereiro de 2011. Destaco a dupla espanhola Barcelona e Real Madrid, como os grandes favoritos a conquista. O Barça de Messi & cia. segue voando baixo, enquanto o Real de Mourinho, também segue bem. No papel, os Merengues até podem ser mais time, mas na prática, está difícil bater nos blaugraná.

Destaco também, o Manchester United de Alex Ferguson, que é uma equipe experiente, e que cresce nas fases decisivas.

Copa América: a maior competição de seleções da América, será realizada na Argentina, entretanto, não aponto os donos da casa como favoritos.

O jovem Brasil de Mano Menezes, e o Uruguai de Pablo Forlán, saem na frente dos hermanos como os favoritos. Também acho que a inexperiência pode jogar contra nossa seleção, todavia, a qualidade técnica de nossos jovens é incontestável.

Retrospectiva 2010 - grandes jogos do ano:

Uruguai 1 (4) x 1 (2) Gana: o jogo mais espetacular do Mundial da África. Dois times nada badalados, desacreditados, protagonizaram uma verdadeira batalha em solo sul-africano. Após muito sofrimento, deu Uruguai, nos pênaltis, classificado a fase semi-final.

Espanha 1 x 0 Paraguai: chegar as quartas-de-final, já foi um feito e tanto para a seleção Guarani. No entanto, os paraguaios queriam mais. E quase conseguiram. Ante a badalada Espanha, engrossaram o jogo. Quando tiveram um penal a favor e poderiam se consagrar, os sul-americanos viram Casillas brilhar defendendo a cobrança de Cardozo. Em seguida, a Espanha também desperdiçou uma penalidade máxima com Xabi Alonso, todavia, Villa salvou a pátria espanhola no final da partida, e assim, levou a Fúria as semi-finais

São Paulo 2 x 1 Internacional: o jogo foi válido pelas semi-finais da Copa Libertadores. Na primeira partida, deu Inter em Porto Alegre (1x0). No jogão de volta, no Morumbi, um guerreiro São Paulo até conseguiu a vitória, no entanto, pelos critérios de desempate (gol fora), deu Internacional classificado.

Manchester United 3 x 2 Bayern de Munique: o jogo foi valido pelas quartas-de-final da Liga dos Campeões 2009/2010. Na partida de ida, em Munique, o time da casa venceu os ingleses por 2x1. Na volta, em Old Trafford, o Manchester dava sinais que iria golear os comandados de Van Gaal, afinal, só no 1º tempo, os Diabos Vermelhos abriram 3x0. Na segunda etapa, contudo, os bávaros reagiram, fizeram 2 gols, e foram à semi-finais da competição.

Barcelona 1 x 0 Internazionale: com 10 homens em campo, praticamente os 90 minutos, os comandados de José Mourinho foram guerreiros, seguraram o time Catalão e jogaram com o regulamento "debaixo do braço" no restante da partida. Show tático do Special One encima de Messi & cia.

Santos 2 x 3 Santo André: a grande final do Paulistão nos proporcionou um "partidaço" de bola. Para a grande maioria, os Meninos da Vila passariam por cima da surpresa do interior com um pé nas costas, entretanto, não foi bem o que aconteceu. Com uma arbitragem polêmica e o regulamento da competição ao lado da equipe melhor colocada na 1ª fase, o Santo André bateu na trave.

Concordam ou faltou algum?

Retrospectiva 2010 - micos do ano:

Alguns micos futebolísticos do ano.

Holanda 2x1 Brasil: a precoce eliminação brasileira no Mundial da África do Sul foi sim um vexame. Perdemos novamente de forma feia. Além do que, nosso time era prepotente e desequilibrado psicologicamente falando.

Alemanha 4x0 Argentina: o time comandado por Maradona também deu vexame. Caiu de 4 ante a Alemanha de Özil, Muller & Cia. **As reações de El Pibe durante a goleada, foi algo simplesmente hilário.

Internacional 0x2 Mazembe: poucas vezes um time sul-americano chegou como favorito contra algum europeu seja em Copa Intercontinental, ou em Mundial de Clubes. Em 2010, todavia, o time de Porto Alegre era o favorito a conquista, tendo em vista que a Inter de Milão vinha mal. Resultado: deu África, incrivelmente.

Palmeiras 1x2 Goiás: o jogo foi válido pela semifinal da Copa Sul-Americana. Tudo conspirava a favor dos comandados de Felipão, afinal, no jogo de ida em Goiânia, os paulistas venceram por 1x0, e apenas um empate no lotado Pacaembu, levava o Palmeiras a final. No entanto, o improvável aconteceu. Vitória do rebaixado Goiás, e de virada, para desespero dos Alviverdes.

 

Barcelona 5x0 Real Madrid: os dois melhores times do mundo frente a frente. Promessa de jogão brigado, disputado, equilibrado. Os Merengues acreditavam no fator Mourinho para quebrar o incomodo tabu contra o Barça, no entanto, nem o Special One, nem ninguém, foi ou é capaz de barrar o ímpeto de Messi & Cia. Resultado: mais um passeio histórico dos blaugraná.

Concordam ou faltou algum?

 

Liga dos Campeões 2010/2011 – Oitavas-de-Final:

A UEFA sorteou nesta sexta-feira, na Suíça, os confrontos das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Abaixo os confrontos, e minha análise dos mesmos:

Roma x Shaktar Donetsk: A Roma fez uma primeira fase mediana, e no Cálcio, ocupa o sexto lugar. É uma equipe inconstante. O Shaktar por sua vez, classificou-se como o 1º colocado do grupo H, que contava com o Arsenal, e vem bem com os brasileiros Willian, Jadson e Douglas Costa como destaque.

Palpite: Shaktar.

Milan x Tottenham: o líder do Cálcio vem bem, com Robinho e Ibrah decisivos nos últimos jogos, porém, apesar de um confronto de muito equilíbrio, aposto no ótimo elenco dos Hotspurs que lideraram o grupo A (que contava com a Internazionale), e ocupam a 5º colocação na Premier League.

Palpite: Tottenham.

Valência x Schalke 04: o Schalke de Raul González liderou o grupo B na primeira fase, porém, amarga a 10º posição na Bundes Liga (campeonato alemão). O Valência, que por sua vez é o 5º no espanhol, classificou-se como 2º colocado no grupo C (que contava com o M. United). Aposto num confronto equilibrado, e que tenha os alemães como classificados.

Palpite: Schalke 04.

Internazionale x Bayern de Munique: uma reedição do confronto que decidiu a Liga na temporada passada. Ao que tudo indica, teremos dois jogaços, com um leve favoritismo dos bávaros. A atual campeã Inter vem mal. No italiano, amarga a 7º colocação, e na fase de grupos da Champions, classificou-se com muitas dificuldades. O Bayern, 6º na Bundes Liga, foi o primeiro colocado do grupo E.

Palpite: Bayern de Munique.

Lyon x Real Madrid: os franceses foram os algozes do galáctico Real Madrid na mesma fase de oitavas-de-final na Liga passada, porém, nesta temporada, acredito que o resultado não se repita. O Real de Mourinho fez a melhor campanha da primeira fase, e junto com rival Barcelona, é o grande favorito a conquista dessa Liga. Deve se classificar sem tantas dificuldades.

Palpite: Real Madrid.

Arsenal x Barcelona: se enfrentaram pelas quartas-de-final da Liga passada. No jogo de volta, em Barcelona, os Catalães meteram sonoros 4x1 nos londrinos. Um resultado semelhante nesta temporada, não me surpreenderia nem um pouco...

Palpite: Barcelona.

Olympique de Marselha x Manchester United: o United, líder da Premier League, é franco favorito. Os franceses penaram para se classificarem no grupo F, enquanto o United foi líder do grupo C. Neste duelo, não acredito em surpresas.

Palpite: Manchester United.

Copenhague x Chelsea: neste confronto, também não creio em surpresas. O Chelsea, de Carlo Ancelotti, tem tudo para chegar a mais uma fase de quartas-de-final da Liga.

Palpite: Chelsea.

 sorteio da liga dos campeões

*Equipes a direita farão segunda partida em casa.

 

Mais cedo ou mais tarde, isso iria acontecer:

Time africano quebrou escrita de finais mundiais entre sul-americanos e europeus  Foto: Reuters

 

Mais cedo ou mais tarde, o improvável aconteceria, pois o futebol atual, anda muito globalizado, e acreditar em barbadas, times bobos, não é mais válido.

 

O inexpressivo Mazembe do Congo é o primeiro time fora do eixo Europa – América do Sul, a chegar a uma final de Mundial de Clubes.

 

Com uma atuação de gala do goleiro Kidiaba, os africanos levaram a melhor ante o apático Colorado de Celso Roth, que teve participação medonha nesta partida.

 

O time congolês jogou muito. Eles são muito velozes, muitos fortes, e ganharam do Inter na bola, e não por mera sorte, zebra.

 

Desde agosto, o time gaúcho só pensava e só se planejava para Abu Dhabi, e assim sendo, jogou no lixo o campeonato brasileiro.

 

Está certo, é a política do “se”, pois se estivesse na final no Mundial, todos diriam que o Inter fez certo em largar e o brasileiro e se focar unicamente no torneio de Abu Dhabi, mas como fracassou, a grande maioria irá execrar o time vermelho.

 

Mas parabéns ao Mazembe que fez história no ano da África, e com méritos, está na final do Mundial de Clubes da FIFA.

 

A Internazionale* que abra a olho...

Justiça foi feita:

jogadores independiente troféu copa sul-americana

 

Tivemos um jogão de bola em Avellaneda.

 

Típico de final!

 

O Goiás se impôs frente ao time da casa. Mesmo tendo perdido por 3x1, os Esmeraldinos foram guerreiros. Lutaram, vibraram, buscaram o gol, enfim, conseguiram o que muitos times grandes brasileiros nunca conseguiram ante os hermanos em competições de clubes sul-americana.

 

No entanto, não deu.

 

Os goianos estavam à frente Del Rey de Copas. Mesmo adormecido, ainda é um gigante, e além de tudo, é argentino.

 

Esse povo que nos julgamos arrogantes, tem um adjetivo que grande parte dos brasileiros não possui: persistência.

 

Eles persistem. Não desistem nunca. Lutam sempre. Dão a vida por seus objetivos, por seus ideais.

 

Isso ficou provado novamente nesta quarta-feira.

 

El Diablo não é uma equipe brilhante tecnicamente, longe disso, mas a garra compensa a deficiência técnica dos mesmos.

 

Parabéns ao Independiente!

 

E convenhamos, justiça foi feita, pois seria o fim do mundo um time de segunda divisão na competição mais importante das Américas em 2011, e o timaço do Grêmio que ficou em 4º lugar, de fora.

 

Seria premiar a incompetência.

 

Se o Palmeiras estivesse nessa final do lugar do Goiás, meu pensamento seria o mesmo, pois premiaria a incompetência da mesma forma, já que o 10º colocado, tiraria a vaga do 4º.

 

E repito: tanto a Sul-Americana quanto a Libertadores da América precisam ser revistas seriamente, pois em ambas, há critérios (como cruzamento de equipes do mesmo país em competições continentais, por exemplo) e premiação de vagas a determinados países, que são um absurdo. 

Com méritos:

De 99% rebaixado a 100% campeão (agência Photocamera)

Ao fazer sua parte vencendo o Guarani por 1x0, gol de Emerson, no Engenhão lotado, o Fluminense foi bi-campeão brasileiro com méritos.

E Muricy Ramalho tetra-campeão, com mais méritos ainda, pois além de recusar a seleção pelo Flu, Muricy é um trabalhador.

 

O Tricolor carioca saiu de uma fila que já durava mais de 2 décadas.

 

Quem não fez sua parte foi o Corinthians, que conseguiu a proeza de empatar com os reservas do Goiás em Goiânia, e ainda terminou o brasileirão na 3º posição, ou seja, ainda terá de disputar a Pré-Libertadores.

 

Prejuízo monstro, para o time Alvinegro!

 

O Cruzeiro também fez sua parte nas Minas Gerais, vencendo a juventude do Palmeiras por suados 2x1, e com esse resultado, os mineiros ainda conseguiram ficar com o vice-campeonato brasileiro. Está direto na fase de grupos da Taça Libertadores.

 

Outro jogo decisivo da rodada (ou não) foi à vitória do Grêmio ante o Botafogo no Olímpico, por 3x0, pois quem vencesse, teria o direito de “torcer” por uma vaga na próxima Libertadores.

 

O 4º colocado terá o direito de torcer, pois só estará na Libertadores, caso o Goiás perca a Copa Sul-Americana.

 

Pois é, a CONMEBOL e a CBF premiando a incompetência, e o Brasil sendo punido por sua qualidade técnica, pois o timaço do Grêmio ter que disputar uma vaga na competição mais importante das Américas com um time de segunda divisão, é grotesco.

 

Sempre fui a favor da Sul-Americana dar uma vaga na Taça Libertadores, mas sem tirar vagas de países importantes.

 

Quer tirar vaga de algum país para dar ao campeão da Sul-Americana, então tire do Peru, da Venezuela, do Equador, do México, agora punir o futebol brasileiro de tal forma é ridículo. O mais prudente, seria ver 7* brasileiros na próxima Libertadores (Fluminense, Santos, Internacional, Cruzeiro, Corinthians, Grêmio e *Goiás).

 

Já na parte de baixo da tabela, foi sacramentado o último rebaixado: o Vitória de Salvador.

 

O Atlético de Goiás só precisava do empate para permanecer na elite, e o 0 x 0 foi suficiente para carimbar sua participação na elite em 2011.

 

O time goiano permanece com méritos, porém, quem perde é o futebol que não verá o BA (Bahia) – VI (Vitória) na competição máxima do Brasil em 2011.

 

Enfim, a meu ver, título merecido para o Flu, mas se Corinthians ou Cruzeiro tivessem ganhado o campeonato, também seria merecido, pois se tratam de grandes elencos. Além do mais, todos os 3 times oscilaram em certos momentos, e o campeão, foi o mais regular, ou seja, quem oscilou menos.

 

Parabéns ao Fluminense, o novo campeão do Brasil!

 

**Eu também me equivoco.

Para variar, o "legado" falou mais alto (por Erich Beting):

- Reproduzo abaixo, texto retirado do blog do jornalista Erich Beting sobre as escolhas da FIFA para as copas de 2018 e 2022.

 

Rússia e Qatar serão as sedes das Copas de 2018 e 2022. Mais uma vez, a história da construção de um "legado" falou mais alto na escolha das sedes da Copa do Mundo. Sempre que há uma escolha exclusivamente política para um evento, justifica-se a construção de algo além desse acontecimento para que ele seja realizado naquele determinado local.

 

Só que, até hoje, os grandes legados de eventos esportivos aconteceram justamente em países desenvolvidos, em que teoricamente o impacto positivo da sua realização seria menor.

Barcelona, sede dos Jogos Olímpicos de 1992, é venerada como o grande exemplo de como um evento esportivo pode mudar a história de um lugar. E, em Copa do Mundo, a Alemanha se beneficia da realização do torneio de 2006, com estádios modernos, sempre lotados e gerando cada vez mais receita aos clubes.

Mas o que acontece com JapãoCoréia e África, que receberam Copas do Mundo recentemente?

 

Por lá, os estádios estão vazios a maior parte do tempo, gerando prejuízo a seus donos (quase sempre a propriedade é pública, com a conta caindo nas costas da população) e mostrando que a festa do futebol é passageira, durando apenas um mês, ou até menos que isso, dependendo da cidade que abriga os jogos.

 

Da mesma forma, Pequim sofre para manter o Ninho de Pássaro funcionando, enquanto teve a inteligência de transformar o Cubo D'Água num parque aquático para mantê-lo rentável.

 

O legado só foi existir em Barcelona e na Alemanha porque houve um sério planejamento para que os eventos fossem impulsionadores de uma mudança de realidade nesses locais.

 

Só que, desde 1992, a bandeira do legado passou a ser usada para justificar qualquer decisão política tomada na escolha de grandes eventos esportivos. Só que, historicamente, FIFA e COI não se importam em, de fato, atuar maciçamente ao lado das sedes desses eventos para que elas sejam uma Barcelona ou uma Alemanha.

 

E, com isso, levar megaeventos esportivos para lugares que não planejam de fato a sua organização significa, tão apenas, que o marketing das entidades continuará a servir de pano de fundo para a construção de muitas obras que, posteriormente, significarão dor de cabeça para quem precisa ficar nesses lugares por mais de um mês.

 



Na minha concepção, torneios como Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, devem ser realizados sempre em países desenvolvidos, não por uma questão de elitismo, mas, sim, de bom senso.

 

Portanto, gostaria que Inglaterra e Estados Unidos recebessem os mundiais de 2018 e 2022, respectivamente.

 

Sabemos também, que em países subdesenvolvidos, eventos como esses, servem apenas para construir elefantes brancos e aumentar ainda mais a corrupção.

 

Uma pena, pois além de tudo isso, são países com pouca tradição no futebol (Rússia com tradição média, e Qatar com tradição nula), mas em contrapartida, países com bons potenciais econômicos.

37ª rodada – polêmicas e título encaminhado:

Estive no Pacaembu neste domingo, e vi o Corinthians fazer sua parte vencendo o desinteressado Vasco por 2 x 0 (gols de Bruno Cesar e Danilo).

No entanto, a partida mais falada da rodada, foi entre Palmeiras x Fluminense, realizada em Barueri (Grande SP).

Os cariocas sem muitas dificuldades, passaram pelos Alviverdes vencendo por 2 x 1 (gols de Carlinhos e Tartá para o Flu, e gol de Dinei para o time Verde).

O que aconteceu em Barueri foi uma bagunçada generalizada.

Dentro de campo - do lado palmeirense, destaco apenas a atuação do ótimo Deola, que honrou a camisa do Palmeiras, e que por fazer isso, foi hostilizado por marginais que queriam ver seu PRÓPRIO time derrotado, para prejudicar o rival Corinthians.

Até entendo, pois grande parte da torcida é apenas emoção, porém, MARGINAIS com a camisa do Palmeiras, se submeteram a jogar um copo de água no arqueiro do PRÓPRIO time, pois não queriam que ele defendesse as investidas do Fluminense ao ataque.

Lamentável.

O que mais me intriga nessa história toda, é que amanhã ou depois, esses mesmos “torcedores” que hoje pedem para o seu time entregar, vão reclamar de ética ou moralidade, pois o mundo é assim, quando algo lhe convém, você tem uma posição, no entanto, quando não lhe convém, você toma outra postura totalmente distinta.

O futebol e os valores morais estão cada vez mais banalizados.

Acho gozado quando escuto pessoas dizendo: “Esse tipo de coisa (falta de ética) pode, pois é apenas futebol”.

Discordo completamente. Os mesmos valores éticos e morais que prego na minha vida, prego também no futebol ou em qualquer outro meio.

Ética e moral são uma só.

Vejam bem, não estou querendo culpar o Palmeiras por um eventual insucesso do Corinthians, pois se perder o título, o Alvinegro terá perdido para si próprio, pois o mesmo, ficou 7 partidas sem vencer. Não há justificativas.

Mas, enfim, chega de Filosofia, e vamos voltar a falar de futebol.

Para a última rodada, teremos 3 equipes brigando pelo título (Fluminense, Corinthians e Cruzeiro).

O Fluminense está com a mão na taça, pois necessita apenas de uma vitória contra o rebaixado Guarani, para conquistar o bi-campeonato brasileiro.

A situação do Corinthians é mais complicada, pois além de ter de vencer o Goiás em Goiânia, precisa torcer para o Fluminense não vencer o Bugre no Rio.

Já o panorama do Cruzeiro, é o mais complicado, pois para ficar com o caneco, terá que passar pelo Palmeiras em Minas, e torcer por tropeços de Corinthians e Fluminense, ou seja, tarefa quase impossível.

Na briga por uma vaga na próxima Libertadores, teremos o embate entre Grêmio x Botafogo em Porto Alegre – a meu ver, o melhor jogo da última rodada.

Quem vencer disputará a Copa Libertadores de 2011. Em caso de empate, também dá Grêmio.

Outro confronto direto nesta última rodada será realizado em Salvador, no jogo entre Vitória x Atlético/GO. O vencedor do confronto seguirá na elite do futebol do Brasil no próximo ano, já em caso de empate, os goianos levam a melhor.

Enfim, ainda há muitas emoções para esta última rodada.

Ninguém pode afirmar que o título já está decidido, embora esteja bem encaminhado, ou que equipe A ou B já caiu, pois já vimos que neste campeonato, tudo pode acontecer.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Sudeste , São Paulo , São Paulo (Capital) , Homem , de 15 a 19 anos , Portuguese , Spanish , Esportes , Música , Dinheiro
MSN - Mattew.94@hotmail.com

 
Visitante número:

Entrevista - Neto

Entrevista - Erich Beting

widgeo.net