O Adeus de um Mito:

Aos 34 anos, o Fenômeno Ronaldo disse adeus aos campos de futebol.

Um dos maiores jogadores de futebol de toda a história já não agüentava mais. Convivia com dores e mais dores constantemente, a ponto de sentir dificuldades para subir uma simples escada.

Creio que Ronaldo tomou a decisão correta, na hora errada. Aposentar-se ao fim de 2010, seria mais prudente, a meu ver, pois, não daria margem para comentários do tipo: "Se aposentou pela pressão", ou, "Se aposentou pela eliminação".

Claro que o jogador não iria prever o futuro a ponto de adivinhar os insucessos corinthiano no início de 2011, mas, sabemos que já em 2010, o Fenômeno não tinha mais condições de atuar a nível profissional. Isso era visível. Ronaldo continuou por questões meramente comerciais.

Nesta despedida, descobrimos que o artilheiro sofre de hipotiroidismo, e por esse motivo, sentia tantas dificuldades para perder peso.

Mas, enfim, é o final de uma das carreiras mais brilhantes da história.

Ronaldo

não foi (é) um jogador, mas sim, uma marca.

Podemos dividir o marketing do futebol brasileiro em duas eras: pré Ronaldo/Corinthians, e pós Ronaldo/Corinthians.

O que ele trouxe para o Alvinegro Paulista é algo impagável. Claro que o Corinthians também foi bom a ele em diversos aspectos, mas, ele conseguiu fazer muito pelo clube.

Com o Fenômeno, o clube praticamente triplicou sua imagem e suas cotas de patrocínio, conseguiu construir seu sonhado CT, definir a construção de seu estádio, enfim, o abalado Corinthians que havia acabado de subir da segundona, renasceu.

Que outro jogador consegue ser querido pelas torcidas de Barcelona e Real Madrid, e Milan e Inter?

Só ele.

O maior artilheiro de todas as Copas, 2 títulos mundiais no currículo, 3 prêmios de melhor do mundo FIFA, quase 500 gols marcados, um exemplo de superação e amor ao esporte, enfim, esse é o Fenômeno Ronaldo Nazário de Lima.

Um ídolo nacional e mundial.

Como corinthiano, foi um prazer inenarrável ver Ronaldo vestindo a camisa de meu time e dando a volta por cima mais uma vez.

Tive o prazer de assistir "in loco", 2 shows do Fenômeno: Corinthians 4 x 2 Fluminense (3 gols de Ronaldo), e Corinthians 2 x 0 Atlético PR (2 gols de Ronaldo).

Para os amantes do esporte, uma data triste, mas, o que ficará, são as boas lembranças do artilheiro, e não as más. Infelizmente ele parou sim por baixo, pois, além de gordo, ele vinha sendo inoperante em campo.

Como o próprio disse, "seu corpo já não respondia o que seu cérebro pedia".

E quando isso acontece, o melhor mesmo é pedir água.

Faço uma comparação inusitada: Michael Jackson, pouco antes de sua morte, estava se preparando para uma série de shows pelo mundo. Quem assistiu o documentário "This Is It", viu que ele estava longe de sua forma ideal, mas, que ainda sim, estava muito bem, ainda mais, tendo em vista os péssimos ídolos pop atuais.

Com Ronaldo a mesma coisa: mesmo longe de sua forma ideal, conseguiu desequilibrar (em 2009 principalmente), tendo em vista o bando de pernas de pau que estão nos gramados atuais.

Enfim, deixará saudades.

#valeuronaldo

#semprefenomeno

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Sudeste , São Paulo , São Paulo (Capital) , Homem , de 15 a 19 anos , Portuguese , Spanish , Esportes , Música , Dinheiro
MSN - Mattew.94@hotmail.com

 
Visitante número:

Entrevista - Neto

Entrevista - Erich Beting

widgeo.net